NOTÍCIAS / Tudo sobre Samba

  • IZABELLA BICALHO recebe aplausos em Cena Aberta durante o musical QUERO VÊ-LA SORRIR! em homenagem ao Sidney Magal e homenageia Bibi Ferreira na festa de seu Centenário e lançamento de sua Biografia

    Redação em 09 de Junho de 2022

    IZABELLA BICALHO recebe aplausos, em cena aberta, durante apresentação do musical que comemora os 50 anos de carreira artística do cantor Sidney Magal, participa do lançamento do livro em homenagem aos 100 anos de Bibi Ferreira e da Noite de Entrega do Prêmio APTR, cantando 'Gota D'agua' de Chico Buarque.

    Quero Vê-la Sorrir! Quero vê-la Cantar,

    Quero ver o seu corpo dançar sem parar...

    Está em cartaz no Teatro Claro Rio, em Copacabana, o musical Quero Vê-la Sorrir! baseado no livro 'Sidney Magal: Muito mais que Um Amante Latino' de Bruna Ramos da Fonte com roteiro de Francisco Nery, direção de Francisco Nery e Sueli Guerra, direção musical e arranjos de Nico Rezende, cenários assinados por George Bravo, figurinos de Rogério Santinni, coreografia de Sueli Guerra e iluminação de Paulo César Medeiros,

    O espetáculo que homenageia o ícone da música popular brasileira Sidney Magal que comemora 50 anos de carreira artística já é um grande sucesso de bilheteria.

    "Quero vê-la Sorrir – O Musical" é uma grande ode ao amor – amor de mãe e filho, amor de marido e mulher, amor de pais e filhos, amor de artista e fãs" – ressalta Francisco Nery, que assina o roteiro e a direção do espetáculo, ao lado da Sueli Guerra.

    O espetáculo, que tem sessões as sextas e sábados, às 21h, e domingo, às 19h, traz o ator Marcio Louzada interpretando o homenageado Sidney Magal mas quem brilha ao seu lado e recebe aplausos em cena aberta, desde a estréia, é a atriz IZABELLA BICALHO, que vive Dona Sônia, mãe do Magal.

    Ela explica o sucesso de seu personagem: "Eu faço a mãe do Magal, D Sonia que é muito apaixonada pelo filho e desde o início soube enxergar seu talento. Ela apoiou sua carreira desde o início, 100%. Superprotetora, arrumou pra ele sua primeira professora de canto e desde sempre via naquele menino uma futura estrela. Cantora frustrada projetou no filho todo seu sonho."

    "Eu construí a personagem pensando na importância de mães e pais que apoiam seus filhos. Em ajudar a realizar seus sonhos. Que sabem enxergar além dos padrões, respeitando a natureza de cada indivíduo e sempre apoiando, amando estimulando. É como se eu dissesse, através da minha personagem: 'Gente vamos amar nossos filhos com bastante escuta e atenção e permitir que eles cresçam seguros e cheios de autoestima, para munidos destas ferramentas, alcançarem seus sucessos pessoais'. Sou mãe de 4 filhos e acredito muito nessa forma de educação. Amar, estimular e apoiar. Interpretar a D Sonia, foi a oportunidade de dizer no palco, coisas que acredito sobre amor entre pais e filhos."

    "No espetáculo canto 2 lindos solos em 'Se Todos Fossem Iguais a Você' de Vinícius de Moraes e Tom Jobim e 'Arrastão', música composta em 1965, por Vinicius de Moraes e Edu Lobo que Elis Regina venceu o 1º Festival da Música Popular Brasileira da TV Excelsior e canto ainda 'João Valentão' de Dorival Caymmi, ao lado do Márcio Louzada que interpreta o Magal.

    "Minha personagem também é fortemente inspirada na comédia de Paulo Gustavo. Fiz temporada por dois anos com ele no espetáculo ON LINE e lá tive a oportunidade de aprender com o mestre da comédia contemporânea, como mergulhar nessa linguagem tão rica ágil, inteligente e claro, muito engraçada. Devo ao Paulo as risadas que recebo no espetáculo. Foi meu grande professor nesse quesito. Toda gratidão do mundo para ele."

    "Estou muito feliz de poder interpretar está personagem tão emblemática que é da mãe amorosa e, ao mesmo tempo, pôr em prática esse meu lado de comédia que tanto amo".

    O crítico teatral Marcelo Aouila destacou seu trabalho: 'Izabella Bichalho é a mãe, Dona Sônia. Responsável pela condução da história, Izabella traz beleza, elegância, humor, inteligência cênica, uma voz impecável nas canções. Seus solos levam a plateia ao delírio! Aos gritos de bravo! É o elemento que aglutina os olhares e solidifica o espetáculo.'

    Izabella não para por aí ...

    Ontem (2ªf, dia 06/06/2022) IZABELLA BICALHO participou da Noite de Entrega do Prêmio da APTR – Associação dos Produtores Teatrais – aos melhores do Teatro no ano passado, 2021, no Teatro Claro Rio.

    Em cerimônia festiva com quase 3 horas de duração, IZABELLA abriu a Noite, interpretando uma das canções mais marcantes da carreira de Bibi, 'Gota D'agua' de Chico Buarque e Paulo Pontes, ao lado das também cantoras Ana Carbatti e Ana Paula Black, homenageando assim, Bibi Ferreira que comemorou 100 anos, na semana passada.

    Mesma canção que BICALHO homenageou Bibi na data exata de seu centenário (dia 01/06), no lançamento do livro "Bibi Ferreira: A Saga de uma Diva" da atriz e escritora Jalusa Barcellos, no Teatro Cesgranrio.

    Enquanto apresenta esse musical que, como ela mesmo diz, ficará pra sempre na sua memória afetiva e participa das comemorações em torno do centenário de Bibi Ferreira, IZABELLA BICALHO já prepara sua nova produção, o musical A RAINHA DOS RAIOS: Izabella Bicalho canta o repertório de Maria Bethânia, comemorando os 76 anos desta intérprete gigante conhecida como "Abelha Rainha" e "Rainha da MPB".

    Com estreia nacional, no 2º semestre, em um teatro pertinho de todos...

    Vale muito a pena conferir!



ANUNCIANTES






SIGA O Ti Ti Ti!

#TITITIDOSAMBA