NOTÍCIAS / Tudo sobre Samba

  • Evento gratuito do mercado da música, Formemus convoca artistas de todo o Brasil para participarem das mostras de Showcases, Vídeoclipes e de Fotografias

    Redação em 14 de Maio de 2024

    As inscrições já estão abertas. O festival acontece entre os dias 7 e 10 de agosto, em Vitória (ES)

    O Formemus, uma das principais vitrines de talentos da nova música autoral brasileira, está com inscrições abertas para a captação de talentos de todo o país. Até o dia 20 de maio, artistas e bandas poderão apresentar os seus trabalhos para seleção de showcases e também para a mostra de videoclipes da 6ª edição do evento, enquanto fotógrafos têm a chance de se inscreverem para a Mostra Fotográfica, com o tema "Música Brasileira", até o dia 8 de junho. As inscrições tem amplitude nacional e devem ser feitas através do site oficial. O festival e plataforma Formemus promove ações desde 2018 em prol do desenvolvimento do cenário da música no país e este ano acontecerá entre os dias 7 a 10 de agosto, em Vitória, no Espírito Santo. Com 4 dias de programação e participantes de todas as regiões do país, o evento gratuito abarca diversas ações formativas sobre o mercado musical brasileiro como palestras, painéis, rodadas de negócios e pitching musical e ações de formação de público como apresentações musicais, mostra fotográfica, mostra de videoclipes e a mostra de showcases.

    Os showcases são apresentações musicais de curta duração que têm o objetivo de destacar a música autoral e a performance dos artistas, atraindo o olhar do público, profissionais da indústria musical e formadores de opinião, com premiação em dinheiro. Para se inscrever, é preciso enviar três links de músicas distribuídas, ter no mínimo dois vídeos de apresentação ao vivo, enviar duas fotos de divulgação em alta resolução e portfólio. Os critérios de seleção serão baseados na originalidade, performance, qualidade musical e interpretação. A curadoria do Formemus irá selecionar 9 apresentações de categoria e formato livres, priorizando a música autoral, incluindo grupos instrumentais.

    Os videoclipes selecionados serão apresentados durante a programação do evento, oferecendo aos participantes a chance de exibir seu trabalho criativo além da música. Através de votação popular, será escolhido um vencedor que receberá uma premiação em dinheiro de R$ 2000.00. Serão selecionados até 20 videoclipes de músicas autorais.

    Já a mostra fotográfica será competitiva, com votação durante o evento e também com prêmio em dinheiro. Serão selecionadas até 20 fotos com o tema "Música Brasileira". As fotos selecionadas serão exibidas ao longo do evento, em uma mostra competitiva, onde a votação popular irá definir o vencedor que receberá um prêmio de R$1000,00. Este é um chamamento para fotógrafos mostrarem sua habilidade em capturar a energia e a paixão pela música. A diversidade da música brasileira se reflete também em imagens e as simbologias estéticas.

    Em sua sexta edição, o Formemus é um evento gratuito de mercado da música, que une conferência e festival, produzido pela MM Projetos Culturais. Anualmente reúne músicos, produtores, técnicos, jornalistas, programadores, curadores, professores, estudantes, radialistas, membros da indústria e empresários da música com o objetivo de discutir temas relevantes para a compreensão do mercado, da indústria e as constantes transformações no cenário musical do Espírito Santo, do Brasil e do mundo. O evento é patrocinado pela EDP e ES Gás através da Licc - Lei de Incentivo à Cultura Capixaba e pelo Banco do Nordeste através da Lei Rouanet, com parceria da Secretaria de Cultura da UFES e realização da MM Projetos Culturais, Secretaria da Cultura do Espírito Santo e Governo Federal. A Direção de Produção é da Saurá Projetos Culturais e Instituto Parceiros do Bem.

    Para além do evento, o Formemus têm se desdobrado em outros projetos voltados para a profissionalização e aprimoramento do mercado musical, atuando como uma plataforma, que engloba o Formemus Lab Artístico, voltada para o desenvolvimento profissional com oficinas de direção artística e de palco, direção musical de shows e mercado da música e gestão de carreira e preparatório para pitching, o Formemus Lab Técnica, com o objetivo de formar profissionais nas áreas técnicas da produção de shows, com oficinas de sonorização, produção de palco e iluminação, e o Formemus em Casa, que disponibiliza painéis da conferência legendados, integralmente no youtube. Além do Formemus FM, programa de rádio que vai ao ar de 2ª a 6ª de 18h às 19h, na rádio Universitária 104,7 FM, e o Prêmio da Música Capixaba, que em 2024 vai para a terceira edição, reconhecendo e premiando artistas, técnicos e produtores do nosso estado.

    Sobre a MM Projetos Culturais: A MM Projetos Culturais iniciou suas atividades em 2018 com o objetivo de ser um vetor de transformação social através da realização de projetos culturais. Nossa missão é realizar ações culturais que promovam a dignidade e a valorização dos artistas e produtores culturais, que fomente a formação de público e que estimule a organização e a formalização do mercado cultural e criativo regional como um todo. Acreditamos que projetos culturais realizados com criatividade, qualidade técnica e uma percepção real de todos os públicos atendidos e serviços a serem prestados geram uma real transformação positiva em nossa sociedade. Mais que Cultura, Transformação Social Cidadã!

    Atualmente a MM Projetos Culturais possui 4 grandes vetores de transformação cultural. O Formemus (5 edições), o Marien Calixte Jazz Music Festival (4 edições), o Musin - Festival Música na Infância (3 edições) e o Prêmio da Música Capixaba (2 edições). Além disso, realizamos a gestão do Coral ArcelorMittal que tem 37 anos de existência e da Festa da Palavra, evento literário da poeta e atriz Elisa Lucinda. A MM Projetos Culturais presta serviço de análise de projetos e curadoria para editais e leis de incentivos para instituições públicas e privadas de todo o Brasil.

    Simone Marçal é especialista em gestão cultural, editais de cultura e é consultora em projetos, atuando no mercado cultural há mais de 20 anos, sendo 13 deles no 3o setor. Já Daniel Morelo é compositor, produtor cultural, radialista e diretor de criação, formado em filosofia e publicidade, com 20 anos de experiência no mercado cultural, atualmente Morelo é conselheiro estadual de cultura na cadeira da música.




ANUNCIANTES






SIGA O Ti Ti Ti!

#TITITIDOSAMBA