VOCÊ NO SAMBA / Galerias

  • Final feliz na Imperatriz

    Redação em 06 de Agosto de 2019

    Depois de toda confusão da virada de mesa da LIESA, dos representantes que voltaram atrás com suas palavras, a incerteza de não saber onde ia desfilar, e com isso o tempo correndo, depois de baterem o martelo que a Imperatriz desfilaria no Grupo de Acesso, o Presidente triste com todos os acontecimentos se sentiu traído pelos colegas que sempre apoiou, achou por bem tirar umas férias e cuidar um pouquinho da sua saúde, e resolveu renunciar seu cargo de Presidente.



    Por sua vez a comunidade da Zona da Leopoldina, dirigentes de escolas de samba, e verdadeiros sambistas não aceitaram e fizeram o movimento #ficaluizinho.



    Sua família levou ao seu conhecimento o movimento que aconteceu no domingo, 28 de julho, levando para a porta da quadra uma multidão de sambistas, personalidades do samba e o cantor Elymar Santos cria da escola.



    E o patrono emocionado com tanta demonstração de carinho, repensou sua decisão e retomou o comando da Rainha de Ramos, a Imperatriz Leopoldinense.



    E no último domingo, 4 de agosto, Luizinho Drumond, sua família, torcedores e segmentos da escola se reuniram em missa no Santuário da Penha em agradecimento.



    E mal retomou ao Barracão da escola, contratou Leandro Vieira, carnavalesco campeão de 2019 pela Mangueira, para assinar o carnaval dá Imperatriz de 2020 que será uma reedição do consagrado " Só da Lalá", desfile que a escola sagrou-se campeã do carnaval de 1981 em homenagem ao compositor Lamartine Babo.



    Fotos: Wellington Godim Freitas e @o.leandrothomaz



ANUNCIANTES






SIGA O Ti Ti Ti!

#TITITIDOSAMBA