NOTÍCIAS / Tudo sobre Samba

  • Com a presença de Martinho, Vila arrebata

    Lucia Mello em 19 de Janeiro de 2009

    Depois de três anos afastado dos desfiles, Martinho da Vila realizou um antigo desejo: participou neste domingo pela primeira vez de um ensaio técnico na Marquês de Sapucaí. O evento oficial marcou a reconciliação do compositor com a Vila Isabel, sua escola do coração. Martinho teve um retorno triunfal na Avenida, sendo aplaudido por uma arquibancada tomada por cerca de 50 mil pessoas.
    "Estou vendo um sonho meu ser realizado. Sempre quis que a Liga fizesse esses ensaios em que o povo não pagasse nada. Todo mundo fica mais tranqüilo porque não vale nota. Tem gente que gosta mais de ensaio do que do desfile", disse Martinho, que virá representando o escritor João do Rio no enredo que vai homenagear aos 100 anos do Teatro Municipal. De bem com agremiação, Martinho levou a família para a Sapucaí. Os netos Raoni e Dandara Ventagpane ensairam na comissão de frente. 
    O presidente da Vila, Wilson Vieira Alves, o Moisés, disse que Martinho, mesmo com a agenda cheia, aceitou o convite feito por ele: "Martinho será a grande estrela do nosso desfile". Pelo segundo ano seguido, a ex-miss Brasil Natália Guimarães, a rainha da bateria, esbanjou sensualidade e simpatia num vestido decotado com paetês pratas e beges: "Estou me preparando para o carnaval sambando muito. O ensaio ajuda a ganhar fôlego. Só posso agradecer a Deus pela oportunidade de estar novamente no Carnaval".
    Já na comissão de frente, a Vila demonstrou a qualidade de seus profissionais. O grupo comandado pelo coreógrafo Marcelo Missailidis ensaiou como se estivesse desfilando de verdade e exibiu movimentos entrosados e bastante teatralizados. Alguns deles inclusive lembravam cenas do balé "O Lago dos Cisnes"
    O casal de mestre-sala e porta-bandeira, Julinho e Rute, também fez bonito. Manteve a mesma regularidade durante todas as apresentações diante dos jurados, com um bailado elegante e bonito de ver. A bateria de Mestre Mug foi outro ponto alto. Bastante ousados, os ritmistas garantiram o ritmo e a animação com competência. No carro de som, o intérprete Tinga conduziu com garra e energia o samba-enredo. Nas alas, os componentes cantaram com vontade o hino da escola e durante diversos momentos interagiram com o público através de palmas.



ANUNCIANTES






SIGA O Ti Ti Ti!

#TITITIDOSAMBA